Musculação com vitaminas combinação perfeita | Academia Academia - Academia Musculação - Academia Jiu Jitsu - Academia Jiu Jitsu Submission - Academia Boxe - Academia MMA - Academia Muay Thai - Academia Tecido Acrobático - Academia CrossFit - Academia Vale Tudo - Jiu Jitsu - Jiu Jitsu Submission - Jiu Jitsu Faixas - Jiu Jitsu Graduação - Jiu Jitsu Golpes - Jiu Jitsu Competição - Jiu Jitsu Frases - Jiu Jitsu Luta - Jiu Jitsu treinos

As pessoas têm o costume de não dar a devida importância às quais as vitaminas têm no organismo. O fato é que, na prática, todo processo de produção de energia ou crescimento muscular depende das vitaminas.

Mesmo se apenas uma delas estiver deficiente, nota-se o retardamento dos progressos nos resultados dos seus treinos de uma hora para outra.

As Vitaminas podem ser divididas em duas categorias:

Solúveis em gordura: São chamadas assim porque são armazenadas no tecido gorduroso e não são repostas diariamente. Por serem armazenadas, o consumo exagerado dessas vitaminas pode levar à intoxicação do organismo.
Solúveis em água: Não são armazenadas pelo corpo e os excessos delas são eliminados pelo organismo. Dessa forma o consumo excessivo das mesmas, apesar de não recomendado, não causa tais problemas de intoxicação. Fazem parte dessa categoria a vitamina C e as vitaminas B e do complexo B, incluindo Tiamina (B1), Riboflavina (B2), Niacina (B3), Piridoxina (B6), Ácido Fólico, Cianocobalamina (B12), Biotina e Ácido Pantotênico.
Veja, a seguir, como as vitaminas B e do complexo B podem ajudar a otimizar o rendimento e resultados de esportistas e malhadores:

Vitamina B6 (Piridoxina)

É fundamental para quem malha por ser a única vitamina diretamente relacionada com a quantidade de proteína ingerida. O metabolismo dos aminoácidos é altamente dependente da Vitamina B6.

Dessa forma, quanto mais proteína for ingerida pelo organismo, maior deve ser o consumo de vitamina B6. Estudos indicam que a recomendação diária de ingestão de vitamina B6 é feita baseada numa ingestão média de proteína por uma pessoa normal, que é de 0,02mg de vitamina B6 por cada grama de proteína. Então, ao consumir 150 gramas de proteína ao dia, serão necessários 3mg de vitamina B6 para otimizar o metabolismo de aminoácidos.

Niacina (Vitamina B3)

Essa vitamina está envolvida em aproximadamente 60 processos metabólicos relacionados à produção de energia, e é fundamental para pessoas que malham intensamente e que precisam de um gás nos treinos. Portanto, quem demanda por energia para malhar e para a prática de esportes não pode deixar de incluir a Niacina na dieta.

Cianocobalamina (Vitamina B12)

São muitos os benefícios que esta vitamina proporciona. Pessoas que malham e praticam esportes necessitam de energia, que geralmente vêm dos carboidratos. A vitamina B12 é muito importante no metabolismo dos carboidratos. Esta vitamina é importante, também, na manutenção dos tecidos do sistema nervoso, responsável pela transmissão dos comandos que o cérebro dá aos músculos.

Como o sistema nervoso está constantemente envolvido em atividades de contração, coordenação e crescimento muscular, é muito importante mantê-lo sempre saudável e bem nutrido.

Tiamina (Vitamina B1)

A Tiamina é uma das vitaminas indispensáveis para o crescimento muscular. Ela está envolvida na formação da hemoglobina, que é uma proteína encontrada nas células vermelhas que tem o papel de transportar o oxigênio através do corpo, principalmente abastecendo os músculos em atividade.

O transporte de oxigênio é fundamental para a performance de um atleta e é ainda mais importante à medida que a intensidade e a duração dos exercícios aumenta.

Biotina

A Biotina tem uma função importante no metabolismo dos aminoácidos e na produção de energia no organismo. É uma vitamina que muitos malhadores têm dificuldade em manter um nível adequado no organismo. Isso porque a Biotina pode ser bloqueada por uma substância chamada Avidina, que é encontrada em claras de ovos cruas.

Então quem faz ingestão de clara de ovos crua com muita frequência ou não cozinha elas bem pode ter o crescimento muscular prejudicado pela deficiência de Biotina.

Riboflavina (Vitamina B2)

A Riboflavina, bem como a Biotina, está envolvida na produção de energia e metabolismo da proteína. Estudos mostram que existe uma forte ligação entre a ingestão de Riboflavina e o ganho de massa muscular.

[Fonte:MusculaçãoeCia]

Poderá também gostar de: